segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Literatura e jornalismo na 5ª FELIT

Walquíria Domingues


"Vocês são privilegiados por poder contar com este evento maravilhoso, com tantos profissionais bons que vão estar aqui”, diz o jornalista Lucas Figueiredo, convidado especial da palestra de abertura oficial do 5ª Festival de Literatura de São João del-Rei. O evento, que aconteceu no anfiteatro do CTAN (UFSJ), no dia 26 de outubro, teve como tema a interface entre a literatura e o jornalismo, foco do evento desde ano, e apresentou para a comunidade acadêmica e representantes culturais da cidade as atrações da quinta edição do FELIT.

O festival, realizado pela Via Comunicação e pela Quarteto Filmes, foi apresentado pelo coordenador geral Lúcio Teixeira, produtor cultural e jornalista, e pelo curador José Eduardo Gonçalves, natural de São João del-Rei, escritor, editor e também jornalista. O evento acontecerá entre os dias 09 e 13 de novembro, no Largo do Carmo e entorno e homenageará Ziraldo, “cartunista, jornalista, chargista, editor cultural, um dos maiores cartazistas e ilustradores que o Brasil já teve”, elogia o curador do evento. Além de ter a presença de Ziraldo do dia 10 até o dia 13, o festival trará muita variedade de atividades.

O FELIT abrirá sua programação no dia 9, no Teatro Municipal, com uma reunião do Núcleo de Interiorização de Cultura da Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais, com 200 autoridades da região do Campo Das Vertentes. Depois disso virão muitas oficinas, exposições, exibições de filmes, entrevistas, plenárias, apresentações literárias, encontros, lançamentos, espetáculos e estréia. E o evento ainda irá contar com a presença confirmada de Reinaldo Figueiredo, Luiz Ruffato, Ana Paula Maia, Fabrício Carpinejar, Mônica Aquino, Ângela Lago, Ronaldo Simões Coelho, Ana Martins Marques, Sônia Haddad, entre outros.

No primeiro dia de discussões literárias, o escritor Ziraldo terá um bate-papo com o jornalista e curador do evento, José Eduardo Gonçalves, na sessão intitulada Palavra Aberta. Depois o cartunista se encontrará com alunos do ensino fundamental da cidade, no Cine Glória, para exibição do filme “Uma professora muito maluquinha”, que teve em sua produção gravações em SJDR.

Em sequência, o FELIT abrirá a primeira mesa redonda, com o tema “O humor na imprensa – 1964 a 2011 – Só dói quando eu rio”, que terá como debatedor, além de Ziraldo, Reinaldo Figueiredo. As outras plenárias irão tratar a nova literatura mineira e brasileira, a literatura infantil e a formação do leitor, o diálogo poético e as narrativas contemporâneas. Serão 16 profissionais presentes no festival, mediando e participando das plenárias e outras atividades.

Novidades literárias

“Mais que um festival que reúne escritores, é um espaço de debate que envolve pessoas com a palavra como um instrumento de trabalho. Não só os escritores, prosadores, poetas, filósofos, dramaturgos, mas também jornalistas”, afirma José Eduardo Gonçalves. Para o curador do evento, todas as profissões que tem a palavra como sua ferramenta de trabalho são muito bem abrigadas no festival. “Não é todo dia que a cidade pode receber 16 profissionais bacanas: escritores, jornalistas, que de alguma forma te colocam pra pensar no mundo que você vive, no seu tempo, na sua história”, explica.

O festival terá atividades peculiares e novidades para este ano. Além da Sessão Maldita, que traz apresentações literárias produzidas por autores convidados, abertas à participação do público, do Espaço Criança, das intervenções artísticas, do Café Literário, de shows, da feira de livros e do lançamento do livro “Minhas histórias malucas”, escrito pelos alunos da Oficina de Extensão do FELIT (Oficina de Formação de Jovens Autores), haverá também o 1° Roteiro Gastronômico de SJDR.

Os cardápios dos restaurantes participantes serão inspirados na obra e personagens de Ziraldo. Pratos com nomes inusitados, como “Predileto do Tininim”, “Kibe do Pererê Frito”, “Charutinho Maluquinho” e “Lentilhas do Pasquim” darão um sabor especial ao evento. “Como uma forma de envolver mais a cidade, este ano lançaremos o primeiro roteiro gastronômico. Doze restaurantes de SJDR elaboraram um cardápio especial pra apresentar para a população, com nomes inspirados em personagens do Ziraldo”, explica o jornalista Lúcio Teixeira. O convidado especial da palestra de abertura, Lucas Figueiredo, que o diga. O renomado jornalista fez questão de dizer aos alunos da UFSJ: “Fiquei com água na boca com o que vocês vão ter neste festival”, diz.

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...